LOADING

Já segue a gente?

Você precisa conhecer os 10 restaurantes brasileiros premiados pelo Latin America’s 50 Best Restaurants
setembro 4, 2017|Fun.Outras RegiõesSão Paulo

Você precisa conhecer os 10 restaurantes brasileiros premiados pelo Latin America’s 50 Best Restaurants

Você precisa conhecer os 10 restaurantes brasileiros premiados pelo Latin America’s 50 Best Restaurants

Que nós somos viciados em gastronomia, acho que já está claro, né? Agora, que nós gostamos tanto a ponto de acompanhar como se fosse um Oscar a premiação do Latin America’s 50 Best Restaurants, isso vocês não sabiam.

Por isso, resolvemos listar os 10 restaurantes brasileiros que já foram premiados neste evento. E claro, essa lista serve também para colocar em dia os restaurantes que devem, obrigatoriamente, serem visitados por você, de preferência, ainda este ano! Dá uma olhada!

D.O.M (R. Barão de Capanema, 549 – Jardins – São Paulo, SP): Comandado pelo chef Alex Atala – que em 2014 recebeu o Diners Club® Lifetime Achievement Award por sua trajetória -, esteve no top 5 de todas as edições do Latin America’s 50 Best Restaurants, chegando a conquistar o 2º lugar na lista em 2013.

Maní (R. Joaquim Antunes, 210 – Jardim Paulistano – São Paulo, SP): Sob a batuta dos chefs Helena Rizzo – que em 2014 foi nomeada Best Female Chef na versão mundial do prêmio – e Daniel Redondo, o Maní esteve entre os 10 melhores em todas as edições da lista.

Mocotó (Av. Nossa Sra do Loreto, 1100 – Vila Medeiros- São Paulo, SP): Fundado em 1974 pelo pai do atual chef da casa, o jovem Rodrigo Oliveira, o Mocotó esteve em todas as listas dos 50 melhores da América Latina até agora.

Olympe (R. Custódio Serrão – Lagoa – Rio de Janeiro, RJ): O franco-brasileiro situado no Rio de Janeiro e comandado pelo chef Claude Troisgros – que conquistou o Diners Club® Lifetime Achievement Award em 2016 – também esteve em todas as edições da lista até hoje.

Lasai (R. Conde de Irajá, 191 – Botafogo – Rio de Janeiro, RJ): O restaurante, comandado pelo chef Rafael Costa e Silva, que chegou a liderar a cozinha do renomado espanhol Mugaritz, entrou na lista dos 50 melhores da América Latina em 2015 na 16º posição, garantindo o prêmio de Highest Entry naquele ano.

Tuju (R. Fradique Coutinho, 1248 – Pinheiros – São Paulo, SP): Situado na Vila Madalena, em São Paulo, e comandado por Ivan Ralston, o Tuju entrou na lista dos 50 melhores da América Latina com apenas 2 anos de existência.

Remanso do Bosque (Travessa Perebebuí, 2350 – Pedreira – Belém, PA): O paraense, comandado pelos irmãos Thiago e Felipe Castanho, esteve em todas as edições do Latin America’s 50 Best Restaurants e é o único brasileiro fora do circuito Rio-São Paulo a entrar na lista.

A Casa do Porco (R. Araújo, 124 – República – São Paulo, SP): Especialista em pratos à base de cortes suínos, A Casa do Porco, de Jefferson Rueda, entrou na lista em 2016, com apenas um ano de existência, e já conquistou o prêmio de Higest Entry após estrear na 24ª colocação.

Roberta Sudbrack (R. Tubira, 8A – Leblon – Rio de Janeiro, RJ): O restaurante carioca, que leva o nome de sua chef, esteve bem posicionado em todas as edições do prêmio. A chef Roberta Sudbrack foi a ganhadora do prêmio de Best Female Chef em 2015.

Fasano (R. Vitório Fasano, 88 – Jardins – São Paulo, SP): Conhecido do exigente público paulistano e atualmente comandado pelo chef Luca Gozzani, o tradicional Fasano esteve em duas das quatro edições do Latin America’s 50 Best Restaurants.

no comments
Share

Júlio Frutuoso

Digo ser comunicador, afinal, o que é um jornalista senão isso? Também sou apaixonado por muitas outras coisas, como gastronomia, fotografia, e também pelo Palmeiras. Dedicado? Somente a Sra. Juliana Frutuoso.